StoryTouch

Antonio Prata - Roteiro encomendado e pessoal

Antonio Prata conta que independente do roteiro ser encomendado, ele deve se tornar um projeto pessoal. Para isso, o jeito é conseguir enxergar o que voce tem a dizer sobre o tema, como voce consegue contar a estória.

Márcio Alemão - Roteiro encomendado e pessoal

Márcio Alemão conta que a grade diferença entre os dois tipos de roteiro é o prazo. Roteiros pessoais costumar trabalhar com o prazo "quando der tempo", já o encomendado possui datas que devem ser cumpridas.

Di Moretti - Roteiro encomendado e pessoal

Di Moretti conta que se apropria da estória, vestindo a camisa dos temas dos roteiros encomendados. Conta também como roteiros pessoais precisam ter o seu tempo, para que não surga um desinteresse pelo tema.

Antonio Prata - Roteiro Adaptado

Antonio Prata conta que para adaptar as estórias de livros para um filme, é necessário entender as partes que são filmáveis e não tentar manter o mesmo padrão de linguagem que a literatura possue.

Roberto Moreira - Software de Roteiro

Roberto Moreira faz uma crítica aos softwares de roteiro, reforçando a ideia de que precisam de algo a mais além de escrever.

Content

Thanks for contribute with StoryTouch